Aprendendo a fazer sexo…

Não, não farei um guia prático aqui no blog para ensinar como fazer sexo. O título refere-se a uma das essências do filme francês Lições Particulares (Elève Libre), dirigido por Joachim Lafosse, que assisti ontem à noite pela 32ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Antes de mais nada, confesso: raramente gosto de ler sinopses e críticas antes dos filmes. Prefiro a sensação de “deixar-me surpreender” pela produção. Mas, se vocês não gostam do momento surpresa, vamos primeiro à resenha apresentada na mostra:

“Jonas, um adolescente com problemas na escola, conhece Pierre, um homem de cerca de trinta anos que sensibilizado com a situação do garoto, decide colocá-lo sob sua tutela. Fortalecido com esse vínculo especial, Jonas abandona a escola. Mas incapaz de colocar limites no relacionamento, o custo de continuar sua educação aumenta cada vez mais. Pode-se aprender quando se quebra as regras?”

Por isso eu odeio resenhas. Sinceramente, o filme não fala unicamente sobre isso. Lições Particulares entra no universo da descoberta da sexualidade, das primeiras relações sexuais, do sexo como algo ingênuo, algo simples, algo extremamente natural. Jonas (foto ao lado) é um menino que tem em torno de 14 anos e, na auge da ansiedade, realiza sua primeira transa. Porém, o personagem passa a receber uma série de conselhos de seus três amigos, todos acima de 30 anos – extremamente mais experientes no assunto sexo – que acabam ora confundindo o menino, ora incitando-o a encarar novos desafios. Nesse ponto entra a discussão da bissexualidade/homossexualidade.

Até que ponto um homem que tem relações sexuais com outro homem pode ser considerado homossexual? Se você namorar, até que ponto ter uma relação sexual com outra pessoa pode ser considerada infidelidade? Até que ponto vai a relação do menino Jonas (que precisa estudar para passar em exames) com o professor (que quer ensiná-lo, mas talvez também queira mais coisas).

O interessante ao observar essas discussões fica por conta do próprio personagem adolescente. Muitas vezes, durante o filme, sua “passividade” diante das situações acaba levantando uma dúvida ao público: será que o personagem Jonas que não reage às situações ou na verdade o ator Jonas Loquet que não tem uma boa atuação. Porém, depois é preciso parar para pensar: se eu tivesse 14 anos e vivesse o que o personagem viveu, como eu reagiria?

Para que se interessou, o filme será apresentado mais duas vezes na mostra:

Domingo, 26/10 – 22:10 – Reserva Cultural Sala 1
Quarta-feira, 29/10 – 17:30 – Unibanco Arteplex 2

Bom filme!

13 Respostas to “Aprendendo a fazer sexo…”

  1. me interessei bastante, mas infelizmente não moro em SP.
    será que acho para baixar?

  2. parece ser mto bom!
    farei o possivel pra assistir!

  3. O melhor da sessão foi…23h55…tres pessoas desesperadas correndo pelo shopping vazio e depois subindo a Frei caneca pra pegar o metrô…..Impagavel…

    Paulinho valeu muito ontem

  4. eu moro no rio de janeiro em campo grande santa margarida eu gosto muito de fazer sexo com homens musculoso, eu sou moreno lohos castanhos 175 de altura se vc quiser é só me ligar (21)96845494 faço tudo que vc quiser. eu tenho 21 anos

  5. Esse filme parece ser bem interessante pois trate de uma realidade q acontece muito mas q

  6. q a sociedade ainda naum quer ver
    Vcs estao de parabens em mostrar a nos esse filmes q são interessantes e que nos ajudam a pensar e refletir sobre esse questáo da homessexulidade versus bissexualidade

  7. heuaheauh ea

    postei ese cite prum camarada virgem
    heuiaehaiuehahueihauiheaheuiaheha

  8. Me interessei pro ver esse filme, mas vivo em Portugal e acho que ele não vai passar aqui… Já procurei e não encontrei ele pra baixar, alguém sabe de algum site de torrents que tenha ele?

  9. eu preciso aprender a fazer sexo

  10. aprender na verdade eu ja sei..
    mas queria aprender mas!!

  11. ah que pena queria aprender a transar pois quero virar prostituta

  12. Admiring the persistence you put into your blog and detailed information you provide.
    It’s great to come across a blog every once in a while that isn’t the same out
    of date rehashed information. Fantastic read! I’ve saved your site and I’m including your RSS feeds
    to my Google account.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: