O nome do Grammy

Não adianta, ela ela se envolve com problemas com drogas, é barrada nos EUA, tem penteados completamente estranhos e sempre está nos principais tablóides do mundo (até há o site When will Amy Winehouse die? na internet que está leiloando um Ipod Touch para quem adivinhar a data da morte da cantora), porém uma coisa é certa: musicalmente falando, ela é fantástica.

E, na noite de ontem, foi sua consagração. A cantora foi a grande vencedora da 50ª edição do Grammy, realizado em Los Angeles.  A inglesa ganhou cinco dos seis prêmios que concorria. Amy ganhou pelas cobiçadas categorias de gravação do ano e canção do ano, além de artista revelação, melhor interpretação vocal pop feminina e melhor álbum pop vocal.

O rapper Kanye West também saiu nem da noite, pois levou quatro prêmios (ele concorria a oito prêmios). Os brasileiros Gilberto Gil, Céu e Bebel Gilberto, que competiam pelo prêmio de melhor disco de world music contemporânea, perderam para a cantora Angélique Kidjo.

Amy, sem visto, fez uma apresentação via satélite de Londres, e apresentou as canções “You Know I’m no Good” e o sucesso Rehab“. Mas, mesmo pelo telão, ela conseguiu empolgar. Ekla conseguiu prova que falem o que quiser, como cantora ela mereceu muito todos os prêmios.

amy.jpg

(Foto: AP/Kevork Djansezian)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: