NOT part of God’s plan

logo3.jpg

Lendo o blog Queerty, fico sabendo que uma revista americana de direita (e aparentemente católica) chamada Breakaway publicou um artigo em que desvenda os “três mitos gays”. O título e olho da matéria são ótimos: Desfazendo a confusão – porque a homossexualidade NÃO É parte dos planos de Deus. Para cada mito, eles citam um fato. Vamos aos mitos e meus breves comentários:

Mito 1 – 10% da população americana é gay. A revista clama que “estudos recentes” indicam que de 2 a 3% dos homens sexualmente ativos e de 1 a 2% das mulheres sexualmente ativas, nos Estados Unidos, têm relações sexuais com parceiros do mesmo sexo. Ainda diz que 10% dos americanos são alcoólatras, mas “nós não aceitamos” como normal ou saudável.

Eu digo que as pesquisas devem ser sempre consideradas como parâmetros, mas nunca como verdades indiscutíveis. Aqui no Brasil, curiosamente, o Censo do IBGE diz que 10% da população é homossexual. O que é isso? Padronização de resultados? Fato é: um pesquisador que chega à casa das pessoas e pergunta “Qual sua orientação sexual?” esperando que a resposta seja genuína tem grande possibilidade de receber respostas mentirosas nem tão genuínas assim. Creio que tem bem mais homossexual por aí do que supõem as pesquisas, mas melhor não prosseguir nesse assunto.

Mito 2: Homossexuais nascem gays. A revista ainda vai longe e faz pouco caso da revista Science quando esta publicou que cientistas teriam descoberto o “gene gay”, ou seja, que a ciência estava perto de provar que a homossexualidade é inata, genética e imutável.

O senso comum entre homossexuais é de que, geralmente, a maioria reconhece que gosta de homens desde crianças. Quando não o reconhecem acabam gostando depois de adolescentes, adultos ou até mesmo idosos (pejorativamente chamado de deixar de ser enrustido). Nascendo gays ou não, a corrente mais aceita da Biologia define os seres humanos como uma mistura de duas variáveis: os genes e o meio ambiente. Essa combinação explosiva é que nos define. Portanto, mesmo que um gene gay existisse, teríamos ainda a interação com o meio ambiente.

Mito 3: Relacionamentos homossexuais não diferem dos heterossexuais. A revista atesta que os relacionamentos entre gays raramente são monogâmicos e envolvem mais riscos com relação a doenças contagiosas.

Sabe-se há muito que não existe grupo de risco e sim comportamento de risco. Sem partir para as estatísticas, é muito simples de se dizer que cada um define se quer ou não transar de forma segura. Portanto, dar esta pecha aos gays é coisa do passado. Quanto aos relacionamentos monogâmicos, digo o mesmo. Não existe grupo de relacionamento, mas sim comportamento de relacionamento. Nelson Rodrigues está aí para não nos mentir. Por outro lado, talvez a revista tenha se embasado com suas pesquisas entre padres…

7 Respostas to “NOT part of God’s plan”

  1. seria bacana saber se essa pesquisa foi feita in loco… vê-se pela enorme quantidade de parceiros infantis e imberbes de padres que, realmente, monogamia e celibato não são o forte deles…

  2. Pedro Paulo Maia Says:

    nem tento mais comentar oq maniacos religiosos falam, sei que vou perder meu tempo.

  3. Laio Realengo Says:

    Religião e homossexualidade são uma combinação explosiva. Seria interessante uma coluna fixa sobre esse tema na revista. É tanto bombardeio de recriminações que fico desnorteado.

  4. Lembrando que o tema da Campanha da Fraternidade de 2008 é a valorização da vida…
    Mas vê-se que a igreja não curte valorizar todas as vidas..
    Quem é homossexual está fora do que é considerado correto pela Igreja.
    Quem vem de outro casamento e não se divorciou e se juntou novamente com alguém, também não é bem visto na religião.
    Enfim…..até quando o livro, tido como sagrado, falará mais alto do que os fatos diante dos olhos de qualquer um???
    Que tal acordar?

    Abraços a todos,
    Bons ventos!

    :-]

  5. Regularmente, surgem pseudo estudos vindos dos EUA , que não merecendo qualquer credibilidade cientifica, infelizmente acabam por ter impacto na sociedade pouco familiarizada com investigação. Se não fosse mau demais, o engraçado é que quando vamos a averiguar a sua origem, não encontramos o nome de cientistas profissionais isentos, mas obscuras personagens com fortes ligações aos grupos radicais da direita Republicana.Só há uma coisa a fazer, o que é feito neste post. DESMISTIFICAR, DESMONTAR,DESMISTIFICAR, DESMONTAR, porque é disso mesdmo que se trata, mitos e preconceitos, envolvidos em pseudo ciência.

    Excelente post!

  6. Sem querer comentar muito, a minha postura com relação as religiões é uma e, isso sim, imutável: SOU A FAVOR DO FIM DAS RELIGIÕES! Para que elas servem? para estabelecer a supremacia dos ricos religiosos sobre os pobres demoníacos, e ricos e pobres aqui são denominações que vão além de simples poder financeiro e se extendem a todos aqueles que se posicionam contrário ao poder dos que dominam. Pensem no mundo perfeito: nele existe a fé, mas ninguém estaria preso a um clero, a uma religião.

    MORTE AS RELIGIÕES – acho que esta poderia ser a última grande guerra da humanidade, jogar por terra a hóstia, o cálice e enterrar o pastor e todos os assassinos religiosos.

    Sou radical e quando o assunto é este, eu sempre prometo não me extender, mas me extendo.

    FIM AS RELIGIÕES. FÉ ETERNA!

  7. Na verdade a Igreja Católica não discrimina a têndendia homossexual,ela discrimina o ato homossexual.Acho que as pessoas falam as coisas sem saber o que estão falando.Não acredito em Deus,nem soou católico,mas procurei saber o que eles pensam para não ser hipócrita…Abraços a todos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: