Da falta de capacidade

A gente sempre se depara com certos tipinhos por aí, né?

zx021.jpg

O jornalismo viu uma grande transformação quando a internet apareceu. E ainda vive. Com ela vieram os sites de notícias que se proliferaram feito pandemias. E que praticam tanto o bom quanto o mau jornalismo, diga-se. Disso nenhuma mídia escapa desde tempos imemoriais, desde a invenção de Johann Gutenberg. Até aí, lhufas. Mas que a internet abriu o espaço tão democraticamente que chegou a quase desvirtuar os rumos do jornalismo, ah, isso quase conseguiu. Quase. Digo quase porque o bom jornalismo resiste por aí em alguns lugares.

Constato, por exemplo, que na blogosfera gay, há uma infinidade de matérias, artigos opinativos e servições muito interessantes. Entretanto, há também os reprodutores de conteúdo alheio, aqueles que somente jogam um monte de informações que enviamos ou aqueles que sequer lhe dão uma atenção, digamos, profissional.

E a minha constatação vem de ontem. Enviei para uma série de blogueiros e jornalistas o material sobre a DOM #3, com Rodrigo Hilbert na capa, e constatei depois que tem gente que não presta nem pra escrever um textinho que seja sobre o material. Isso se chama mau jornalismo, ou jornalismo às coxas. Nem um comentário (ou comentários duvidosos) e, enquanto isso, muito desserviço para uma série de coisas. Eu fico cabreiro com isso.

É esperar e ver se o bom jornalismo ainda pode surgir na página dos blogueiros, sem que esses se importem apenas com programações, meras reproduções e apenas temas e comentários inócuos (senão sarcásticos ou até mesmo desmerecedores).

Mas ainda insisto em dizer que tem gente boa por aí e, por isso, agradeço aos bons blogueiros que existem.

4 Respostas to “Da falta de capacidade”

  1. Ixxi! Será que sou um bom blogueiro?!?! Será?!?! hahahah Beijos babe e relaxa…

  2. pedro paulo maia Says:

    sou viciado em blogs, passo o dia todo neles. reconheço que mtos sao sem noçao, mas tenho bom senso e sei quando uma noticia nao eh verdadeira ou um ponto de vista foi mais tendencioso q devia.
    e nao eh soh na internet que mau jornalismo eh feito, na midia impressa tem mto jornalista fazendo feio.

  3. Nossa! Me surpreende vc falar sobre blogueiros, comentários desmerecedores, ignorância na blogosfera gay, quando tem como um de seus “amigos” o blogueiro mais desprezível de todos. Preciso dizer quem? Vc sabe vai…

  4. como vc disse Valmir, a Internet pode ser usada para o bem ou mal, né?

    beijão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: