Camiseta, Manual, Abrigo e Cannes

Estampada no peito

A Parada está chegando e muitas empresas aproveitam o grande movimento da cidade para lançar produtos direcionados ao público GLBTT. A Sampa in Stampa, grife de camisetas especializadas em produtos temáticos relacionados à capital paulista, apresenta camisetas com estampas que levantam a bandeira do arco-íris.

As camisetas, além de valorizarem a cidadania e comemorar a Parada do Orgulho GLBTT, também apresentam uma preocupação ambiental: os dois modelos (regata ou com mangas curtas) são confeccionados com fios de garrafa Pet e puro algodão, em igual proporção.

O quiosque da grife está localizado no Shopping Center 3, em plena Avenida Paulista, número 2.064. Para entrar em contato com a Sampa in Stampa o telefone é (11) 3284-9804.

********************

Se comporte!

André Almada, do super conglomerado The Week, está preparando para setembro, quando o clube comemora quatro anos de existência, um manual de etiquetas para quem frequenta as noites em festas e clubes. Analisando a noite GLS, ao menos aqui em Sâo Paulo, dá para perceber que esse manual vai vir bem recheado, porque o que menos se vê são bons modos de certas pessoas.

Você, leitor da DOM, teria alguma sugestão para o manual?

********************

Abrigo para gays

Cyndi Lauper continua em sua maratona de ajudar a causa gay. Ela fechou uma parceria com a ONG New York’s West End Intergeneration Residence para criar um abrigo destinado a jovens gays, lésbicas, bissexuais e transexuais. A casa, entitulada True Colors, irá receber jovens de 18 a 24 anos. Segundo Lauper, cerca de 40% dos desabrigados de Nova Iorque são da comunidade GLBTT.

O abrigo terá apartamentos individuais para os moradores, que pagarão uma quantia proporcional ao que recebem e terão assistência para arranjar trabalho compatível com sua habilidades.

*********************

Começa hoje

Hoje começa a maratona de filmes de um dos festivais mais importantes do cinema internacional: Cannes inicia seus 12 dias de exibição de filmes, coletivas de imprensa, desfiles de celebridades e as obras que irão repercutir nas mentes de todos os principais cinéfilos do mundo.

Nesta época do festival, a cidade de Cannes triplica sua população, o dinheiro jorra nos caixas, principalmente nos hotéis, que conseguem nesse período 15% do seu lucro anual.

Como já disse aqui no blog, Blindness, de Fernando Meirelles, é o filme que abrirá o festival hoje de noite. O livro é baseado na obra de José Saramago, Ensaio sobre a cegueira.

E, falando em Cannes, hoje de manhã, ficamos comentando aqui na redação da DOM (com a presença de algumas pessoas da Revista Viver Bem e Revista Set) sobre alguns filmes que mais nos emocionaram. Eu e o Jorge Tarquini fomos unânimes no quesito choro/soco no estômago: Dançando no Escuro, de Lars von Trier (diretor do também fantástico Dogville) é, sem dúvida, o filme que mais nos fez chorar. Aliás, chorar é pouco. Ambos passamos mal quando o assistimos (o Jorge no cinema e eu em casa).

Foi o filme que ganhou a Palma de Ouro de melhor filme no Festival de Cannes, além de ter dado a Björk, estrela do filme – em sua única participação na sétima arte -, o prêmio de melhor atriz no festival.

Já o assistiu? Não? Então prepare uma enorme caixa de lenços e alugue o filme! Abaixo, o trailler.

7 Respostas to “Camiseta, Manual, Abrigo e Cannes”

  1. pedro paulo maia Says:

    to louco pra assistir blindness! bom filme que me emocionou foi o rei leao! serio, foi o primeiro filme que me fez chorar e eu era pequeno ainda, sem duvida foi oq mais marcou.

  2. Márcio Cleiton de Moraes Says:

    Wouwouwou………..Rei Leão sem duvidas, me fez chorar demais! Sem contar Lua de Cristal, Foi meu Primeiro no cinema, e chorei Pencas!
    Mas falando em Hoje em dia, fiquei muito mal quando vi “A Casa do Lago” e ” Antes que Termine o Dia”, Chorei demais, e durante uns 2 dias eu me lembrava e pronto, despencava a chorar….
    E num posso esquecer de ” Irmão Urso”, quem tiver oportunidade o veja e comente comigo depois, abs a todos…
    dickboy10@hotmail.com

  3. Márcio Cleiton de Moraes Says:

    olha eu, 100% cultura!rsrsrsrs
    Mas essa é minha cultura!

  4. preguiça desse manual

  5. gostaria de ver o modelo leandro ghdidini na capa da revista Dom

  6. impressionante!
    querem ensinar modos na noite!
    Não sei nem o que pensar quando leio essa notícia.
    Ao mesmo tempo em que existem muitas coisas que não sei porque ainda teimam em aparecer na noite, por outro lado nao sei como alguém se sente superior ao outro a ponto de querer ensinar como se comportar. Enfim, acho que um bom comportamento em si já é copiado e vice verso.
    Só fico muito xateado em ver as grandes casas tratarem seus clientes muito mal, já que não restam tantas opções assim.
    O que resta é esperar pra ver que tipo de “etiqueta” será ensinada!
    beijos a todos!

  7. Magina se não toh no veneno pra assistir Blindness: sou fãzaço do Meirelles!!!

    Só uma correção: “Dançando no Escuro” não foi a única aparição de Björk na telona, ela também aparece em “Drawing Restraint 9”, filme do seu marido, o artista multimídia Matthew Barney. Fiz essa correção poque sou devoto da Deusa islandesa (Björk, a própria) e não podia deixar passar.

    Queria poder comprar a DOM religiosamente, mas vida de universitário é phodä!

    Tenho dois números e adoooooooro a revista.
    Continuem, tipo, pra sempre oks.

    BJOS
    CB

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: