Bela embalagem, belo conteúdo

Rodrigo e Cauã: apoio e respeito à diversidade em grande estilo

Isso você sempre encontra na DOM. Desde o início, a primeira coisa que queria deixar bem claro para o leitor e para o mercado era que uma revista gay poderia ser, sim, elegante, sedutora, inteligente e bem-humorada ao mesmo tempo. Apesar de acreditar piamente nessa fórmula, sabia que o universo GLS brasileiro poderia chiar por julgar a possiblidade descontextualizada do meio gay “tão sexualizado”.

Como teste, lancei no meu último post uma questão: toda nudez masculina será castigada e taxada de pornográfica? Para minha satisfação, a maioria dos leitores responderam ‘não’ à hipocrisia e ao reducionismo desse tema. Que bom que as pessoas começaram a perceber que o problema não está no objeto, mas sim na cabeça do seu observador. E que tudo depende de conteúdo e contexto.

Obrigado Jonathan, Filipe, Richard, Pedro, André, Oscar, Laio, João, Renato, António, Gui por acreditarem, como eu e a DOM, que a beleza masculina ‘com’ ou ‘sem’ roupa merece ser admirada sem falso moralismo e com liberdade de expressão. Nudez e pornografia são coisas bem distintas. E, por favor, vamos cultuar menos o todo-poderoso falo. Vale lembrar que o homem ainda tem duas cabeças.

Digo isso porque li num blog a seguinte ‘pérola’: “Se não mostra o pau, não quer dizer nada”, quando BOMBOU na imprensa a notícia do querido ator Cauã Reymond na capa e no recheio da DOM de agosto. Pode ter sido até uma piada, mas isso reflete, e muito, o que infelizmente muitos gays ainda esperam de uma publicação voltada para nós. Mas, felizmente, tem gosto para tudo. E revista também.

Cauã Reymond e Rodrigo Hilbert, além de serem celebridades de verdade, são lindos, talentosos e não têm vergonha de serem admirados por homens e/ou mulheres. E, quando convidados por mim para estamparem a capa da DOM, aceitaram de pronto o convite por acreditarem na nossa qualidade gráfico-editorial. Isso, sim, é que é respeito e apoio à diversiddade em grande estilo, sem rótulos.

Como se não bastasse, além dos bonitões da tela, a DOM vem conquistando cada vez mais a simpatia e a admiração dos astros do mundo fashion. Depois dos gatíssimos André Ziehe, Miro Moreira e Leandro Okabe, é a vez do ‘tudo de bom!’ Raphael Laus, da Mega, brilhar na capa da DOM # 5. Ele chegou de Paris para fotografar com a gente e cumprir uma agenda vip no Brasil.

O ensaio com o Raphael ficou um arraso… Você vai ver. Assim como as demais fotos da nossa próxima edição de julho, que ainda contará com a beleza estonteante de Vinicius Postiglione, Helio Ascari, Jonas Sulzbach, entre outros figurões. Haja testosterona! E disso a DOM não abre mão. O nosso belo conteúdo só pode ir embrulhado numa bela embalagem. Não é promessa, é compromisso.

Raphael Laus: capa e recheio fashion da DOM # 5

9 Respostas to “Bela embalagem, belo conteúdo”

  1. Filipe Freitas Says:

    Amo o Jonas Sulzbach, acho-o lindo!
    Esperando pela próxima edição! =]

  2. pedro paulo maia Says:

    oq importa mesmo eh o conteudo da revista, e isso a DOM jah provou que tem.

  3. parabéns a Dom pelas escolhas editoriais e estéticas. Tenho todos as edições e elas vem crescendo, melhorando. Mostrei aqui no trabalho e as pessoas amaram. Foi engraçado ver os caras heteros olhando a revista e tal…um mais moderninho até curtiu os looks! A qualidade e bom gosto falam mais alto que a temática gay.
    Somos co-responsáveis pela imagem “gay” que têm da gente…

  4. Parabéns por mais uma capa importantíssima, que faz com que determinados tabus sejam quebrados! Muito sucesso a todos!
    Bjuzz

    Fátima Frazão
    PS: Não vejo a hora de conferir esse material 😉

  5. Eu gosto e quero uma revista como a Dom , a Junior e a Aimé: sem apelo pornográfico. Não aceito mais que a palavra gay seja tratada como sinônimo de sexo. A postura destas três revistas diante do mercado gay é digna de muitos elogios, pois vem mostrar que gay pensa muito com a cabeça de cima também. É possível, sim, uma revista gay mostrando homens belos, sem cair na baixaria. Estas revistas não devem ser ambíguas, ou seja, têm que ter um editorial definido. O que lamento muito na Dom e nas outras duas revistas é a excessiva valorização do glamour. Esta é uma questão que tem que ser resolvida por estas três revistas. Nada contra o glamour, mas poderia ser menos, bem menos.

  6. Márcio Cleiton Says:

    Sobre a capa, só tenho uma palavra, ou 3 sílabas:

    A-RRA-ZOU!!!

    abs a todos,

    Márcio Cleiton
    dickboy10@hotmail.com

  7. Que homem lindo esse Raphael, espero como sempre uma edição de qualidade. Não importa se com muita, pouca ou sem roupa nenhuma, desde que seja bonito aos meus olhos…

  8. Tenho frequentado mais esse blog e tô adorando. Parabéns! E muito legal o post anterior sobre amor.
    =**
    Bud

  9. Laio Realengo Says:

    Bela capa.

    Agora estou curioso pelas matérias. Pois a partir de julho realmente teremos mensalmente a DOM nas bancas. Boa sorte!

    Vou começar uma campanha na comu do Não a Glamourização, será que teremos adeptos?

    Espero que tenhamos muito a ganhar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: