Pelado em público

Enganei você, né? O título é só uma brincadeira…

Falando sério: na semana passada, falei sobre as celebridades, apenas para pegar carona no assunto que estava rolando na comunidade da DOM no Orkut (tem gente lá fazendo um “movimento” FORA CAUÃ, criticando a revista por ter convidado o ator para a capa de agosto: veio daí o assunto).

Um leitor do blog, que mui respeitosamente me chama de Sr. Jorge Tarquini, criticou a futilidade do assunto, dizendo-se capaz de “fazer uma relação de lixos que saem neste site e na revista DOM”. Bem, aqui não é o site da revista, mas o blog da redação, onde cada pessoa do time tem o direito de expressar, com total liberdade, o que quer que seja. Afinal, it’s a free country.

Como jornalistas, fazemos nosso trabalho jornalístico na revista, onde praticamos a imparcialidade, a apuração e a ausência de opinião, exatamente como reza qualquer cartilha de bom jornalismo. Aqui é o nosso espaço, onde pessoalmente dedicamos alguns minutos semanalmente a abrir mais um espaço de diálogo. Aqui, lê quem quer (e comenta quem acha que deve). Respeito essa visão, mas não vou deixar de falar de nada que eu queira, pois, assim como esse leitor do blog, todos nós temos o direito de falar “abobrinhas” se assim nos aprouver…

Eu quase não falaria disso aqui, mas achei que era o caso de lembrar que, aqui, todos estamos nos colocando como cidadãos, expressando o que, no momento da escrita, nos inspira (ou nos irrita, nos agonia, nos agrada etc.). Ele me convida, ainda no seu comentário, a falarmos de Filosofia, filmes de temática universal, História Geral, do Brasil, das artes, de livros, de “tipos de gays que a revista DOM nunca se refere (gays como eu, que vivem encravados em cidades pequenas, mas que não têm a alma pequena)”. Talvez ele não tenha visto a DOM #2, quando a reportagem Riobaldos e Diadorins falou exatamente sobre gays que estão bem longe das grandes cidades. Já está disponível no site da revista.

Quanto aos outros assuntos sugeridos, são bem bacanas e válidos. Mas vão surgir quando assim os autores desejarem, na boa. Mas não sei se um blog de pessoas que trabalham em uma revista gay precisa mesmo ter essas amarras. Afinal, como sempre dizemos aqui na redação, gay não é só gay: é cidadão, é viajante, é parente, é leitor, é espectador, é estudante, é professor, é profissional, é amador…

Sobre falarmos de flores e do outono que se foi… Bem, como você mesmo disse: se foi (mas ele volta no ano que vem). Prometo que, quando isso acontecer, eu falo dele.

6 Respostas to “Pelado em público”

  1. pedro paulo maia Says:

    ah eu acho que nenhuma informaçao é inutil, por mais futil que seja ela deve ter alguma serventia.
    eu gosto do blog, soh que nesse mundo sempre vai ter alguem insatisfeito.

  2. Jonathan Says:

    Parabéns pelo post, concordo que gay não é apenas gay, somos mutito mais que um rótulo, e com relação ao Cauã, sigo a filosofia que foi descrita na revista, que é a de ter sempre homens lindos e por que não um famoso? Sendo ele ht ou gay, global ou record?

  3. Eu não tô errado quando peço pra que parem a inclusão digital!
    Deêm primeiro educação pra quem for se aventurar no território ‘livre’ da internet.

  4. Laio Realengo Says:

    Que isso?
    O cara pisou no calo de alguém!
    Como eu penso que a discussão serve de crescimento para reafirmarmos nossas ações, achei interessante a resposta.
    E valeu pela armadilha, o peladão até que é gostoso.

  5. Sr. Jorge Tarquini, sou o André, a pessoa que lhe escreveu anteriormente e cujo texto foi motivo desta sua resposta. Não que eu queira estender a discussão, mas acho oportuno e necessário comentar sobre suas considerações, relativas ao que escrevi em 30/06/08 sobre o artigo “Celebridades”. Primeiramente, gostaria de dizer que é bom saber que o que escrevemos, de alguma forma, merece a atenção dos que fazem a revista Dom e este blog. Vejo isto como partindo de uma pessoa e de uma equipe que primam pelo profissionalismo e pelo respeito aos leitores. Reconheço que me esqueci da reportagem sobre “gays do interior” que saíra na Dom nº 2. Talvez, este esquecimento seja justificado pelo fato de a reportagem não ter conseguido me causar identificação. Reconheço, também, o uso inadequado da palavra “lixo” que usei para qualificar (ou seria desqualificar?) os assuntos que me desagradam no blog e na revista Dom. Tenho humildade e maturidade suficientes para reconhecer que exagerei. Classifico este “escorregão” como fruto do alto grau de desprezo que tenho pelo assunto, então, abordado. Tenho horror a tudo que considero perda ou desperdício de tempo e espaço. Não tive a intenção de ferir ninguém ou de tirar a motivação da equipe da revista Dom e do blog. Apenas expressei minha recusa em ler sobre tal assunto e aproveitei para apresentar temas que julgo de maior qualidade e que contribuem, na minha opinião, para maior enriquecimento pessoal e, conseqüentemente, social. Tenha a certeza de que também sou exagerado, algumas vezes, nos elogios, quando estes são merecidos. Inclusive, quero lembrar que não deixei de elogiá-los no texto anterior e reafirmo minha opinião nesta ocasião. Seria muita pretensão de minha parte exigir que este blog escreva somente sobre assuntos que me agradam ou exigir que ele acerte sempre na escolha dos assuntos. Ou seja, definitivamente, não se tratou de patrulhamento ou crítica desconstrutiva. Sei que há gays que gostam do tema “celebridade”, mas faço questão de dizer, sem querer ser arrogante ou melhor que ninguém, que, comigo, baixo nível não tem vez. No mais, desejo-lhe saúde, paz e sucesso. Abraço forte do André.

  6. “cada pessoa do time tem o direito de expressar, com total liberdade, o que quer que seja. Afinal, it’s a free country.” Essa coisa de país livre, ser livre é tão… é tão… é tão…. VELHA
    Não acho que é argumento para se falar qualquer besteira…. mas enfim Viva a Internet Livre

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: