Na fila sem Madonna

Capítulo 6

– “Why am I standing on a cloud
Every time you’re around…”
– Fácil! Angel, de álbum Like a Virgin
– Acertou!
– “You took a pretty picture
And you smashed it into bits…”
– Hummm…já sei! Amazing, de Music.
– Caramba, acertou!
– “Your heart is not open so I must go
The spell has been broken?I loved you so…”
– Adoro essa! The Power of Good Bye…Álbum, humm…Ray of Light
– Puta que pariu, tá certo!

O menino de Lindóia surpreendeu a todos durante a madrugada. Em um simples jogo de adivinhação de músicas, ele mostrou ser realmente o maior fã de Madonna que já havíamos conhecido. Não errava uma só música, conhecia todos os álbuns e até mesmo algumas coreografias (em várias versões!!!). A cada nova brincadeira, ficávamos de boca aberta tamanho era o conhecimento do menino, embora tivesse apenas 21 anos.

Ficamos nos divertindo durante horas com a discografia de Madonna. A rua estava silenciosa, pouquíssimos carros passavam. Então um táxi parou do outro lado da rua. Estranhamos a principio. As portas do carro se abriram e um taxista de aproximadamente 140 quilos veio em nossa direção. O clima estava tenso, não sabíamos o que estava acontecendo. Percebemos que havia ficado um senhor dentro do táxi.

– Quem de vocês é o Wanderlei?. Tive que me segurar para não soltar uma violenta gargalhada. A voz do taxista era a mais engraçada que já ouvi em toda a minha vida. Extremamente anasalada, ela tinha um agudo muito forte. Na hora me veio à cabeça os dubladores de desenhos animados. Virei a cabeça e contive o riso. Percebi que os outros meninos também haviam segurado o riso.

– Não há nenhum Wanderlei aqui!
– Mas vocês não estão na fila pro show da Madonna?
– Sim, estamos, mas somos apenas nós cinco. Não há nenhum wanderlei aqui.

Ele nos olhou com cara de desconfiado. Virou as costas e entrou novamente no táxi. Ficou alguns minutos conversando com o senhor que lá esperava e então voltou.

– O senhor que está comigo pagou uma puta grana para um tal Vanderlei ficar na fila para comprar os ingressos. Segundo o cara, ele já estaria aqui acampado faz dias.

Pois é, o senhor do táxi havia sido enganado. Algum pilantra prometera que ficaria na fila, pegou a grana e sumiu no mundo. Era a primeira injustiça e prova de que as pessoas podem ser ruins que presenciaríamos no acampamento. Logo o taxista entrou no carro e saiu cantando os pneus.

A noite voltou a ficar silenciosa. Depois daquela cena ficamos de olhos mais abertos. De repente, sem que percebemos a movimentação, um carro preto parou à frente de nosso acampamento. Com os vidros com filme escuro, não podíamos ver quem estava dentro. Nossos corações gelaram imediatamente. Quatro homens grande, com cara de poucos amigos, vieram em nossa direção. Não tinha outra explicação pelo naipe: eram cambistas!

– Vocês estão aqui para a fila da Madonna?
– Estamos sim!
– Chegaram quando?
– Hoje.
– Hum…

O santista, nesse momento, tomou à frente do grupo e encarou os cambistas. Eu já estava com tudo fechado no meu corpo, tamanho era o medo. O cambista empinou o nariz e ficou cara-a-cara com um dos cambistas.

– O que vocês querem?, perguntou o santista
– Nada não, estamos só olhando! Mas tomem cuidado viu, nessa região as pessoas costumam ser assaltadas, barracas costumam sumir, não é bom ficar aqui viu. Melhor vocês voltarem para casa.

Era a primeira ameaça que receberíamos.Talvez se eu estivesse lá sozinho, com certeza já estaria arrumando as coisas e pegando o primeiro ônibus que aparecesse. Mas o santistas estava lá.

-Mermão, nós vamos ficar aqui até o dia das vendas e nada vai nos tirar.

O clima esquentou. Os cambistas ficaram quietos, pensando. Eu fiquei estático, não movimentei um só fio de cabelo.

– A gente está avisando…, e então deram as costas para barraca, entraram no carro e sumiram na noite. O silencio imperou. Olhamos uns para os outros, sem saber o que falar. Eu estava em choque, nunca havia presenciado tal cena.

– As noites serão complicadas. Vamos abrir os olhos galera, essa foi a só a primeira vez. Isso vai acontecer muitas vezes!, alertou o santista e todos se entreolharam.

5 Respostas to “Na fila sem Madonna”

  1. marcia lea Says:

    nooooossa paulinho, que medo!!!
    bom saber quem são cambistas.
    quer dizer, até vc ser o primeiro da fila não sabia dessa máfia e badidagem…

  2. fã do eu! Says:

    perai é com V ou com W?
    beijomemandemscrap

  3. Engraçado… Pra quem tá achando os post tão chatos, até que esse cara está bem frequente aqui né?? Hummm…. (ficaadica)

  4. Putz me da uma agonia ler essas coisas.

  5. Nossa Paulinho O.O’ deu medo hein…

    Eu lembro um dias que um deles lá na fila começou a gritar.. tremi na base uhshsuhsuhshuhsuhus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: