EM NOME DE DOM

dom103
Para comemorar o primeiro aniversário da revista, hoje fui almoçar com Taís, Tino, Zeh e Paulinho (só faltou Fernanda). Entre outras coisas, conversamos sobre o futuro de DOM e as belas mensagens deixadas no último post da Taís e na nossa comunidade do Orkut. Sem dúvida, essa é a melhor resposta que temos para oferecer ao mercado: a sua aprovação.

Você, mais do que ninguém, é testemunha de que eu não vivo inventando notícia ou, pior, falando em nome dos outros, como porta-voz da falta de ética midiática. Aqui no blog, sempre marquei presença (e confesso que deveria ter sido mais assíduo nessa comunicação) para informá-lo sobre assuntos relevantes do universo gay que tivesse a ver com a revista.

Quando resolvi tornar DOM pública, tinha certeza do meu compromisso editorial: trazer para o mercado uma revista gay que respeitasse, de fato, a diversidade, veiculando informação jornalística de excelente qualidade gráfico-editorial para um universo de pessoas interessadas em comportamento, moda, beleza, cultura… Com atitude, estilo e prazer.

E isso eu e a minha equipe estamos conseguindo desde 2007, quando saiu a nossa primeira edição. Agora que a revista faz um ano, vamos ter que buscar um novo parceiro comercial. A Editora Peixes, como foi divulgado recentemente, resolveu descontinuar, no papel, DOM e outros títulos (Terra, Speak Up, Habla e SKT) e deixá-los apenas na versão digital.

No nosso caso, isso é impensável. Meu projeto DOM sempre foi para os meios impresso e digital, simultaneamente. Sendo assim, já estou negociando com um novo investidor/parceiro para dar continuidade à nossa bem-sucedida publicação (“infelizmente” esta não é uma boa notícia para os poucos “urubus de plantão”. Perdão!).

Enquanto a gente espera as boas novas para 2009, vamos saboreando a nossa deliciosa edição de aniversário que, mais uma vez, festeja a beleza masculina em grande estilo. Nosso coverboy de dezembro é simplesmente o ma-ra-vi-lho-so Malvino Salvador. Testosterona pura. Ele foi um dos eleitos em nossa enquete Os Homens do Ano DOM. Sucesso total!

Além da capa, o belo Malvino nos brinda com um ensaio fashion em clima de praia. Nos próximos dias, eu, Taís, Tino, Zeh e Paulinho vamos estar com você, aqui no blog, postando as novidades dessa edição e contando sobre o futuro da revista. Vamos informar sobre assinaturas, bancas, site, blog, orkut… Mas, por favor, aguarde! Queremos você sempre por perto.

Beijos, abraços e obrigados.

12 Respostas to “EM NOME DE DOM”

  1. Augusto, você não imagina o quanto fiquei contente com suas palavras. Assim como a entrada da Dom no mercado significou uma levantada na auto-estima dos gays, sua saída significaria um débito grande em nossas conquistas e lutas por direitos iguais e inserção social. Há muitas questões por trás de certos acontecimentos, fatos, atitudes, decisões. Questões estas que, às vezes, nem nos tocamos para elas. É claro que devemos ter maturidade suficiente para não sujeitar nossa felicidade e/ou auto-estima à presença ou não de uma revista gay no mercado, mas ver a bonita Dom numa banca ajuda bastante… Também não quero dar a vocês incumbências que não são de sua área ou que não são a proposta da revista, mas é legal saber que a Dom continuará. E isto por causa do valor simbólico dela. Certas criações extrapolam sua proposta e tornam-se maiores. Seria muita estupidez do mercado não perceber a qualidade desta revista. Faço reparos a ela, mas é bem-feita. A revista deixa transparecer o profissionalismo da equipe. Para mim que moro numa cidade minúscula do interior do Brasil, onde devemos lutar para não sermos pequenos como fisicamente é a cidade, as revistas gays funcionam, muitas vezes, como interlocutoras, porque que na minha cidadezinha não há clube gay, não há shopping gay, não há sauna gay, não há parque gay, não há cinemão gay… Uma única banca recebe a Dom aqui e o jornaleiro reserva uma pra mim. Ele não demonstra preconceito, apesar de ser evangélico, e compro a revista por nove reais, pois ele me dá desconto. Fizemos amizade por causa da Dom e passamos alguns minutos falando mal do prefeito que manda na nossa cidade como se fosse sua casa e já a administra por quatro mandatos, pois as pessoas o vêem como um homem do povo, mas tem nas costas mais de dez processos. Aliás, verdade seja dita, nunca fui vítima de preconceito em minha cidade e nas cidades pequenas próximas a minha, quando nelas fui comprar revistas gays. Pelo contrário, parece que os jornaleiros admiram a minha coragem de mostrar a cara e me tratam super bem. Ou seja, comprar a Dom, no meu caso, é um exercício, um ritual de libertação. Faz um bem danado. É o único movimento que tenho de “saída do armário”. Caberia um estudo sociológico? Srsrsrsrrs. Desculpas pela divagação, Augusto, mas Freud, com certeza, explica. Rsrsrsrs. Felicidade, companheiro. Obrigado pela linda capa de dezembro, mês do meu aniversário. O Malvino é a imagem do Brasil: forte, imponente, viril e belo. E você é a imagem do profissionalismo. A sua Dom não acabará, porque, nós gays, temos o Dom do bom gosto. Parabéns pela luta, parabéns pelas conquistas. Beijos em toda a sua equipe e meu sincero muito obrigado.

  2. Em poucas palavras: parabéns pelo incrível trabalho. A DOM é a única revista do segmento que não me constrange em folhear dentro do lugares públicos ou com amigos, parentes. A DOM sempre representou a minha vontade e desejo por conteúdo de qualidade, que vai muito além de rótulos e do gueto.
    Tenho certeza que os novos caminhos da DOM trilharão rumo ao sucesso pois tudo que vem para o bem, tem espaço!
    Sucesso sempre!


  3. Nossá que bom receber a noticia que a DOM não deixará de ser publicada, confeço a revista me ajudou e ajuda em alguns pontos durante a minha descoberta e é claro. As reportagens culturais e tudo mais. acho fabuluso.
    Esperando a DOM de dezembro chegar.

  4. A DOM é a nossa imagem, tudo nela é bem feito e reflete o bom gosto que nos é característico. Muito obrigado a todos por fazerem uma revista tão companheira. Vida longa!!!

  5. Estamos ansiosos pelo FUTURO, mas como a ele deus pertence…
    Vibração positivas ao projeto, e que 2009 comece com muitas novidades! Mas, já, pelas palavras, podemos aguardar otimas noticias!! 😉

  6. Agora que resolveram entregar a revista em casa ela vai sair da editora peixes…

  7. Andriélio Araújo Says:

    É muito bom saber que com apenas 1 ano de vida, essa revista, esse editorial cresceu tanto, e bem melhor saber que agora ela vai chegar com mais pontualidade, e com o conteúdo que nós gostamos!

    Parabéns DOM, pois é assim, De outro modo, que nós fazemos acontecer!

  8. Israel (moderador "Revista Dom") Says:

    Simplismente imperdivel.

  9. Que bom! Que ela continue sendo o que é, cada vez melhor. E que jamais deixe de respeitar seu maior capital: todos nós, leitores, asssinantes e admiradores. Beijo e sucesso!

  10. Oi, estou ancioso para saber das novidades em relação a revista, na verdade, nunca tive a oportunidade de lê-la, entretanto tenho amigos que falam super bem da publicação, logo, resolvi ir até a banca comprar a edição de Dezembro 2008. Agora, ao entrar no blog, me deparei com a possibilidade da mesma ser apenas para assinantes, isso confere? Não vai mais ser comercializada nas bancas? Enfim, um abraço a todos e um ótimo 2009, vida longa para a revista DOM, minha + nova melhor amiga.

  11. Compro a DOM desde o #1, e gosto muito. Só consegui achar a edição do Malvino ontem. Meu lado colecionador ficou feliz, mas ao mesmo tempo fiquei bem triste com o baque da editora. Não dá pra entender como uma revista tão linda, com materias e anunciantes de alto nível pôde ser boicotada! Tô torcendo muito pra gente ter a DOM de volta às bancas o mais rápido possível!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: